segunda-feira, 23 de abril de 2012

Finalmente Adobe revela o Premiere CS6 e os demais membros da família!



Finalmente o mistério acabou. A Adobe lançou oficialmente a nova família de produtos CS6. Com início das vendas previsto para maio ou junho, os novos produtos tem bastante novidades e melhorias. Vamos ver hoje o Premiere CS6.




Como as versões anteriores, o Premiere Pro CS6 permite trabalhar nativamente com todos os mais populares formatos de armazenamento em mídia sólida, sem transcodificação ou conversão para formatos proprietários, como outros softwares de edição necessitam fazer. Essa nova versão já traz suporte nativo para a recém lançada Canon C-300, bem como a ARRI Aleza, a RED Scarlet-X e mesmo ao formato 5K da RED Epic. Há também a integração com o novo Adobe Prelude (vendido separadamente), que facilita a importação de grandes quantidades de clipes, facilitando as tarefas de decupação e seleçãoo de cenas.


O novo CS6 expandi a capacidade de edição em multicâmeras e adicionou novas ferramentas como o Warp Stabilizer e o Reparador de Rolling Shutter. O ótimo Mercury Playback Engine agora tem a capacidade se comunicar com placas de captura de terceiros, permitindo a monitoração em tempo real através da saída de vídeo dessas placas, além de ter expedido as opções de trimming de vídeo e contar agora com a possibilidade de editar efeitos de vídeo durante o playback dos mesmos.  

Antes da exportação, pode ser efetuada a acorreção primária e secundária de cores usando a ferramenta Pro Three-Way Color Corrector com funções semelhantes a correção automática existente no Photoshop. O aplicativo Encore CS6 que vem integrado ao  Premiere CS6 agora roda em 64 bits tendo melhorado a autoração de bluray e DVD. Vamos ver as demais novidades do Premiere CS6, que estará disponível para venda a partir de maio ou junho desse ano, custando nos EUA US$ 799,00.

Novidades no CS6:

  • Nova interface do usuário com  mais opções de customização e acesso mais intuitivo;
  • Maior área de visualização de vídeo com o painel de monitor redimensionado e uma versão em tela cheia. Nova interface de áudio, com novo desenho das trilhas, um novo sistema de medidores de nível de áudio e um novo painel de mixagem;
  • Ao todo foram 50 novas melhorias que tornaram o programa mais intuitivo e facilitaram a migração dos usuários vindo de outrso softwares de ediçãoo;
  • A nova timeline com modos dinâmicos de cortes e ajustes, que podem ser acessados com atalhos customizáveis no teclado, permitindo a usuários de outros sistemas utilizarem os mesmo atalhos que estavam acostumados a usarem;
  • O efeito de estabilização de imagem (Warp Stabilizer) agora integrado ao programa permite estabilizar movimentos de câmera e travar imagens com a mesma tecnologia que já era utilizada no Adobe After Efects. O efeito também corrige o rolling shutter e outras irregularidades de imagem associadas aos sensores CMOS;
  • O modo de edição em multicameras também foi melhorado, permitindo adicionar quantas câmeras forem necessárias, com visualização de cada waveform de áudio, sincronização via timecode,  navegar entre as diversas câmeras durante o playback em tempo real, e ajustar a cor entre as diversas tomadas;
  • O efeito Three-Way Clolor Corrector foi redesenhado, tornando-se mais intuitivo, com possibilidade de correção automática de parâmetros como no Photoshop;
  • Agora se pode aplicar um efeitos em diversos clipes nas camadas de vídeo através de camadas de ajuste similares a do After Efects e do Photoshop. Um efeito pode ser aplicado não apenas em uma trilha de vídeo, mas também nas demais abaixo dela. E é possível ajustar apenas uma área selecionada de um vídeo;
  • Os vídeos podem ser cortados diretamente no painel de Projeto, que conta agora com a possibilidade de mostrar thumbnails que podem ser redimensionados, bastando marcar os pontos de corte diretamente no vídeo desejado, sem precisar joga-los para o monitor de programa;
  • Como dito anteriormente o CS6 aceita agora conteúdos gravados com as novas câmeras da Canon (C-300), RED EPIC e RED SCARLET-X e a ARRI ALEXA sem a necessidade de transcodificação;
  • As trilhas de áudio em mono ou estéreo agora podem ser combinadas em uma mesma trilha de áudio, sem a necessidade da criação de sub-trilhas;
  • O Premiere CS6 já está integrado ao novo software Adobe Speed Grade CS6 (vendido separadamente) que permite uma solução completa de finalização. Com o Speed Grade tarefas de correção de cores entre clipes diferentes e criação de nuances de colorização ficaram mais fáceis, melhorando a qualidade de exportação dos projetos;
  • Com o conceito de playback sem interrupções, podem ser feitos ajustes de corte, edição, aplicação de efeitos e filtros durante a visualização em tempo real. Arrastar um efeito para a timeline agora não causa mais a interrupção da visualização em tempo real;
  • Modificações no Adobe Media Encoder, como o novo Preset Browser, permitem a codificação de uma única fonte de vídeo em diferentes formatos incluindo Android, iOS, YouTub, Vimeo, HDTV e muitos outros;
  • O novo Mercury Playback Engine está mais rápido e otimizado para CPU’s com múltiplos processadores e agrega ainda suporte para Open-GL em alguns MacBooks Pro trazendo a estes as vantagens da edição com aceleração pela placa de vídeo;
  • O suporte as câmeras RED EPIC e RED SCARLET-X permite importar vídeos em formatos 4K e 5K diretamente para o Media Encoder para transcodificação para HD e SD;
  • O novo Encore CS6 64 bit ficou mais rápido e estável, permitindo exportar projetos diretamente da timeline do Premiere CS6 para ele sem a necessidade daquele rendering inicial. Benefícios como uma importação mais rápida de vídeos MPEG, correção de aspecto de pixel durante o preview e autoração mais rápida tanto para Bluray quanto para DVD;
  • O aplicativo Adobe Mercury Transmit permite agora integração da capacidade de exibição de preview de vídeo em tempo real sem trasncodificação também nas saídas de vídeo das placas de captura instaladas na ilha de edição, incluindo exibição em full-screen nos monitores externos conectados a essas placas, além da monitoração na saída do segundo monitor na placa de vídeo da estação de trabalho;
  • Agora composições criadas na timeline do After Efects podem ser abertas na timeline do Premiere CS6 sem necessidade de renderização graça ao novo Adobe Dynamic Link;
  • Os projetos criados no Premiere CS6 podem ser exportados para outros softwares como Final Cut e Avid e vice-versa graças ao suporte a formatos de exportação como o XML, AAF e OMF;

Em resumo, o que já estava muito bom no Premiere CS5.5 está agora melhor e  mais completo no CS6, que deve consolidar-se ainda mais como um dos melhores programas de edição, mesmo entre usuários exigentes como os editores de conteúdo para cinema. Somente o preço ainda continua salgado para os padrões das pequenas e médias produtoras aqui no Brasil.

Grande abraço a todos!

Marcelo Ruiz




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua participação! Asim que eu puder, vou responder! Volte sempre!

Marcelo Ruiz

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.