terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Workstation ESCARLATE está no TOP 20 do PPBM5!



Saiu hoje publicado no site PPBM5, um grupo autônomo de profissionais que testam workstations de todas as partes do mundo, usando o Adobe Premiere Pro em suas diversas versões. Sempre que eu monto uma workstation nova, submeto o equipamento aos testes do grupo. O banco de dados deles conta hoje com mais de 1300 equipamentos testados. Eu já havia ficado em 10 lugar com uma PROCS5 2012. Mas agora veio a surpresa:

Se forem computados apenas os 113 computadores usando o Premiere CS6 ficamos na sétima posição! 


O que nos coloca dentro do Top 20 do site PPBM5 com computadores com procesador Intel i73930 rodando o Premiere Pro CS6: 


E cabe ressaltar uma coisa que sempre falo no blog. Temos que levar em conta sempre a relação custo/benefício. Nesse ranking, o primeiro lugar pertence a uma workstation de um montador americano que apelidou sua máquina de Harms Monster. Acontece que essa workstation usa um RAID 30 com 24 discos rígidos controlados por uma placa Areca ARC-1882ix-24 , que custa atualmente cerca de US$ 1.300,00 (R$ 2600,00 fora impostos e frete) que somados ao custo de 24 discos 7200 RPM Sata III (R$ 5.800,00) dão um total de R$ 8.400,00 somente de armazenamento. Fora as fontes, que provavelmente são 3, que acrescentariam mais R$ 1800,00 ao custo do sistema.


Se eu montasse um RAID desses na ESCARLATE ela saltaria de R$ 13.900,00 para incríveis R$ 23.000,00! E o ganho de desempenho em relação a uma ESCARLATE normal seria de apenas 11 segundos em uma tarefa de exportação de vídeo h.264 da timeline do Premiere CS6. A Harms Monster levou 33 segundos para realizar o teste, contra 44 segundos da ESCARLATE. São R$ 10.200,00 reais de custo para ganhar 11 segundos.


Os gestores do site PPBM5 tem uma outra tabela onde mostram o que eles chamam de “best bang for the buck” ou BFTB, uma expressão inglesa que significa mais ou menos “a melhor surpresa com o dinheiro empregado” . Não é economicamente viável investir um capital alto para ter um resultado ligeiramente maior. 


E na verdade eu nem recomendo a ESCARLATE para os clientes que desejam apenas editar vídeos em HD, para isso a PROCS6 2013 tem um custo benefício melhor. A ESCARLATE se aplica mais a quem precisa trabalhar com vídeos para cinema ou comerciais de alta qualidade em formato 4K ou para quem cria animações complexas no Adobe After Efects ou programas como o Maya ou 3DMAX. 

Grande abraço a todos!

Marcelo Ruiz


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua participação! Asim que eu puder, vou responder! Volte sempre!

Marcelo Ruiz

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.